Erlang, o bom e o mau.

Carefully crafted in 11 Mar 2008

![](/assets/erlang-o-bom-e-o-mau-1.jpg “”)

Muitos pixels têm corrido pela net ultimamente sobre o Erlang. Eu honestamente não pesco um boi daquilo (faltei às aulas da Process-One, para alívio de muitos) mas fascinam-me as características da plataforma, a arquitetura e os use-cases de sucesso. Again, o servidor de XMPP do SAPO corre sobre Erlang e tem sido um descanso.

Este artigo do Damien Katz, um dos autores da CouchDB (que já falei aqui) é de leitura fácil e faz uma excelente radiografia ao bom e ao mau do Erlang e explica porque é que linguagem pode, ou não, ser para ti. A ler.update: resposta de Yariv Sadan, um famoso fã do Erlang. (thanks André).

Comments

comments powered by Disqus