Reboot

No dia 23 de Outubro, por volta das 18 horas, apresentei a minha carta de demissão ao presidente executivo da PT Portugal. Antes disso, mais precisamente no dia 4 de Setembro, dia do vigésimo aniversário do SAPO, por motivos que por pudor provavelmente nunca relatarei, tomei em consciência a decisão de o fazer. Horas antes cantava os parabéns com a equipa e apagava as velas do bolo em cima do coreto na Praça José Fontana. Fi-lo com um sorriso postiço, danado com o que o destino me tinha reservado para este dia de celebração. Finalmente entendi, em plenitude, o que era a tal solidão da liderança de que os outros me falavam. Crafted in 22 Nov 2015

A culpa é do Murdoch

O advento da chegada do Netflix a Portugal está a provocar toda uma discussão (recorrente) sobre a oferta de conteúdos de entretenimento em vídeo no nosso país que me entretém muito mas que é no mínimo, vá, palerma. As teorias são múltiplas. Primeiro há os que demonizam os operadores de TV paga, presas fáceis, primordiais de todo o mal. Depois há os que atribuem as culpas ao próprio Netflix, os velhacos, que gostam de irritar as pessoas. Crafted in 08 Jun 2015

Idade adulta

Miúdo, quanto te conheci eras um chavalo sem futuro, mal te aguentavas nas canelas naquele Pentium com FreeBSD, não sabias bem o que querias fazer da vida, não percebias muito nem da Internet nem de nada, eras apenas um script de bash que fazia grep a um ficheiro. Como? Perdão, base de dados, claro, peço desculpa. Crafted in 03 Sep 2013