Expresso no iPhone

Carefully crafted in 11 Aug 2007

O senhor João Ramos publicou este fim de semana uma peça no suplemento de economia do Expresso intitulada “Nokia com novo fôlego”. Ora eu coloco a Nokia no topo das empresas que inovam e surpreendem (e ainda por cima suportam o Opensource) e também não tenho nada contra as peças encomendadas nos jornais – é prática comum e já ultrapassei a fase do purismo, mas acho ao mesmo tempo que o jornalismo de especialidade deveria algum mais cuidado com o rigor da matéria que escrevem.

Nesta notícia há uma coluna que grita “iPhone falha na segurança” e que diz “Vladimir, um informático de 28 anos da Macedónia, e um grupo de piratas croatas chamado Hackintosh anunciaram esta semana ter encontrado uma maneira de utilizar o iPhone na Europa, conseguindo assim ultrapassar o bloqueio no software que obriga até agora a uma subscrição exclusiva com o operador norte-american AT&T Network. Quase ao mesmo tempo surgiu a notícia de que alguns dos telemóveis da Apple estariam a ser desbloqueados em Hong Kong. Estas são as últimas das muitas peripécias que aconteceram ao telemóvel da Apple pouco mais de um mês de ter sido lançado. Perante estes sinais de vulnerabilidade, a empresa de Steve Jobs foi obrigada a publicar um componente de software de segurança, mas não consegue desfazer a ideia de que o iPhone é um produto que ainda está longe da maturidade.”.

Pois bem Sr. João, deixe-me só nesta parte elaborar um bocado mais nestas questões, nada que você mesmo não poderia ter feito se fizesse alguma pesquisa e percebesse dois palmos da matéria que noticia, desculpe que lhe diga.

Em primeiro lugar a malta do Fórum Hackint0sh (escreve-se com zero, se quiser ser rigoroso) é uma comunidade de hackers e não de piratas. Vá lá ver à Wikipedia as diferenças.

Em segundo lugar ainda ninguém conseguiu fazer full-unlock do iPhone (embora não deva falta muito tempo, diga-se), a única coisa que conseguiram fazer é Sim-Cloning, e com muitos senãos, leia lá o thread.

Em terceiro lugar essa história de Hong Kong é um reconhecido hoax, há muitos outros. Qual é a parte de Hong Kong que não percebeu e que credibilidade é que um cartaz da candonga de lá tem hoje em dia ?

Em quarto ligar o update de a Apple lançou não teve relação absolutamente nenhuma com o Network-lock do aparelho nem muito menos a Apple ainda reagiu aos avanços que a comunidade de hacking já fez, todos as ferramentas continuaram a funcionar perfeitamente. E já agora leia isto também.

E para finalizar você baralha-se todo. A maturidade do iPhone de que se fala nada tem a ver com a tecla da segurança de network-lock em que bate. A criticada maturidade do iPhone prende-se com os aplicativos que disponibiliza e com a falta do SDK para desenvolver aplicações por terceiros. Ainda assim, permita-me discordar da sua opinião mas há indícios mais do que suficientes de que a generalidade da crítica considera o iPhone 1.0 revolucionário, sendo isto subjectivo ao contrário dos restantes factos.

E para finalizar, o N95 é um telemóvel brutal, é sim senhor! Mas não precisa disto. A campanha do Great Pockets já é genial há muito tempo.

Comments

comments powered by Disqus