Planeie o seu crime em plain-text…

Carefully crafted in 12 Aug 2006

… e seja apanhado pela PJ.

Eu tento não comentar temas que de uma forma ou de outra estão ligados à política mas ocasionalmente o tema é mais forte que a minha ténue vontade. É o caso desta notícia sobre a compra de uma caixa mágica por parte da PJ Portuguesa. Não me vou alongar, já foi dito muito, deixo aqui a notícia, alguns artigos e 2 perguntas.

Esta coisa só pode ser eficaz em duas frentes, na criação de uma percepção nacional de que a PJ está em cima do acontecimento do e-crime, e na captura do peixe miúdo do ignorante que foi convidar a miúda de 16 anos para ir jantar fora pelo MSN, essa plataforma de messaging ícone de segurança, mundialmente aclamada (not).

As minhas perguntas são:

  • Aonde é que carnivore-wanna-be vai ficar? É que eu, com grandes responsabilidades que tenho num dos maiores ISPs de Portugal não sei. E talvez devesse, sei lá. Se calhar funciona por indução magnética, qualquer coisa assim.

  • Não deveria a PJ antes de comprar isto ter, digo eu na minha ignorância, promovido uma conversinha com os ISPs Portugueses, com um fórum de pessoas entendidas nesta matéria em Portugal, antes de embarcar no conto da caixa mágica dos Israelitas ? Eu não tenho nada contra os Judeus, muito pelo contrário, mas também sei que me batem à porta meia dúzia de startups Israelitas por ano com promessas de soluções para tudo e mais alguma coisa, é preciso alguma capacidade para discernir a realidade da percepção. E não é fácil.

Eu até gosto da abordagem de Trial-and-error nestas coisas de novas tecnologias, acho giro, educativo, e com sorte é produtivo. O problema é quando cada trial custa 500k EUR de dinheiro público. Assim de cabeça, sem mais respostas parere-me que seria mais bem empregue em formação, processos, e recrutamento.

Comments

comments powered by Disqus