Palmas Palminhas

Carefully crafted in 10 Aug 2005

Alguém me consegue explicar porque é que este povo lusitano, quando viaja de avião (normalmente quando o faz em bloco), bate palmas quando o aparelho aterra ? Decerto que o tema já foi amplamente debatido mas eu não estou esclarecido e isto faz-me espécie… Ora vejamos:

  • Não deve ser pela competência técnica do piloto nem pela perfeição ou elegância da aterragem. Não me parece que hajam grandes conhecedores da matéria a bordo. E para além disso já ouvi palmas nas aterragens suaves e nas mais turbulentas, com bom ou mau clima, em pistas difíceis ou fáceis.
  • Há um certo efeito viral nesta coisa. O problema por vezes reside no elo mais fraco que desata a bater palmas. Dá-me a sensação de que se ninguém tomar a iniciativa, não acontece nada. Posso estar enganado. Esse elo mais fraco é muitas vezes também o engraçadinho que sabe que a parvoíce vai pegar se ele der o mote. Há também uma dose de palhaçada na coisa.
  • É um fenómeno claramente associado à classe turística. Em executiva não há lá disto… com tanta frequência.

Agora pergunto:

  • Será que as pessoas fazem ideia de que aterrar um avião para um piloto da actualidade com a formação e a experiência que têm, com a instrumentação e a tecnologia que existe nos dias de hoje e o apoio que lhes é dado é uma tarefa perfeitamente trivial, que faz parte da sua profissão e das suas obrigações e que a relação sucesso/tragédia é incrivelmente baixa perto de zero? Será uma coisa que vem do passado dos primeiros voos intercontinentais a hélice?
  • Será que já passou pela cabeça dos que aplaudem que o piloto possa achar a salva uma bela de uma parvoíce ?
  • Em que situação é que o piloto não merece as palminhas ? Excluindo a possibilidade das mesmas estarem associadas a uma avaliação técnica do procedimento só me restam os cenários catastróficos que impliquem a morte parcial ou total de passageiros. Será que o piloto é vaiado numa situação destas ?
  • Porque é que não batemos palmas ao condutor do autocarro quando chegamos à paragem ? Ou ao taxista quando chegamos ao destino ? Estatisticamente falando é bem mais perigoso conduzir na estrada, principalmente nas portuguesas.

Qual é o nexo ??

Comments

comments powered by Disqus